Carregando... Aguarde...
  • Imagem 1

Um coração simples

R$ 23,90
SKU: 9788561578442
Qtd
    Simule seu frete Calcular
    Compartilhe

    Com uma atenção aos detalhes da vida burguesa considerada quase escandalosa na época, Um coração simples fará com que muitos se lembrem, ou descubram, por que Gustave Flaubert foi aclamado como o primeiro grande mestre do realismo. Esta novela traz a história de uma mulher simples, Félicité, que trabalha décadas como criada para a Sra. Aubain, uma viúva de alguns recursos. Zela por tudo na casa, ajuda a criar os pequenos Paul e Virginie, mima seu sobrinho Victor, que entra em sua vida por acaso. Sua compreensão pouco sofisticada do mundo, pautada por suas realidades próximas e por sua própria história sem grandes acontecimentos, é acompanhada por um grandioso sentimento de amor, no sentido amplo da palavra. Escrita perto do fim da vida do autor, o trabalho era para ser uma homenagem a George Sand, que morreu antes do texto ficar pronto, e foi concebido em resposta a uma discussão entre ambos sobre a importância do realismo. Embora o texto mostre seu virtuosismo para contar detalhes e se baseie em uma de suas serviçais da vida real, Julie, Flaubert disse que a novela exemplificava sua declaração: beleza é o objeto de todos os meus esforços.

    Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!

    Escreva seu próprio comentário para o produto

    Gustave Flaubert nasceu em 1821, em Rouen, França, filho de um cirurgião. Estudou Direito, mas não passou nos exames e, após de sofrer uma série de crises nervosas e alucinações, diagnosticadas na época como histérico-epilépticas, foi mandado pelo pai para um sítio em Croisset para se recuperar. Seu mais importante romance, Madame Bovary, que viria a ser um divisor de águas na literatura universal, foi publicado em 1857. A obra causou escândalo e levou à denúncia de Flaubert sob a acusação de imoralidade, mas ele foi absolvido. Sua escrita realista e minuciosa, sempre em busca da palavra exata, e a profundidade de suas análises psicológicas, lhe renderam reconhecimento, embora seus livros posteriores, tais como Uma educação sentimental e Salammbô, não tenham tido a mesma aceitação que sua obra prima. Em 1866, recebeu do governo francês a Ordem Nacional da Legião de Honra. Seus últimos anos de vida foram marcados por sérias dificuldades financeiras. Morreu na pobreza em 1880.

    Assine nossa Newsletter

    Ver Carrinho Realizar Pagamento