Carregando... Aguarde...
  • Imagem 1

Stempenyu

R$ 25,90
SKU: 9788561578367
Qtd
    Simule seu frete Calcular
    Compartilhe

    Stempenyu é um violinista popular muito famoso que percorre com seus músicos os shetl do interior dos países do leste europeu, tocando em casamentos e festas judaicas. Sua música deixa as pessoas num estado de graça, como se parasse o tempo. Por onde passa, encanta moças, para as quais faz promessas de um amor verdadeiro que dura até ele partir para o próximo povoado, que o espera ansiosamente. Duas das jovens que se apaixonam por ele, Rochalle e Freidel, transformam, cada qual a seu modo, a vida do músico. Stempenyu, um romance judaico foi o primeiro trabalho de Sholem Aleichem traduzido para o inglês e oferece ao leitor uma excelente amostra dos traços característicos que marcaram a obra do autor: seu senso de humor sarcástico, seus diálogos inteligentes, seu misticismo prosaico e sua documentação histórica da vida nos shtetl que, mais que aldeias judaicas, significavam todo um modo de vida pautado pelas tradições e costumes judaicos estabelecido havia séculos. Estudiosos consideram que Stempenyu, baseado na história real de um músico que causou alvoroço nos shtel no fim do século XIX, foi a inspiração de Marc Chagall para sua famosa pintura O violinista. De Stempenyu também viriam muitas das histórias contadas em outro trabalho de Aleichem, a peça Tevye e suas Filhas, que por sua vez daria origem a um dos musicais de maior sucesso de todos os tempos: O violinista no telhado.

    Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!

    Escreva seu próprio comentário para o produto

    Sholem Aleichem nasceu em 1859 com o nome de Solomon Rabinowitz, na aldeia ucraniana de Pereyaslav. Em 1876, foi tutor por três anos de Olga Golde Loev, com quem viria a se casar e ter seis filhos. Em 1883, decidiu escrever também em iídiche e tornou-se responsável pela criação de uma literatura para aquilo que era primariamente uma língua falada. Foi professor de russo e articulista em jornais hebraicos, mas foram suas histórias escritas em iídiche sobre a vida nas aldeias de sua infância que lhe trouxeram fama. Usando a saudação iídiche “a paz esteja convosco” como seu pseudônimo, publicou 40 volumes de prosa e teatro. O humor e tradição judaicos são componentes essenciais de seu trabalho. Pogroms forçaram Aleichem a fugir da Rússia em 1905, levando-o a Nova York. Sua fama, porém, não diminuiu. Quando Aleichem foi apresentado a Mark Twain como “o Mark Twain íidiche”, Twain o interrompeu dizendo-se “o Sholem Aleichem americano.” Morreu em Nova York em 1916 e seu cortejo foi acompanhado por mais de cem mil pessoas.
    Sua peça Tevye e suas filhas deu origem ao musical O violinista no telhado.

    Assine nossa Newsletter

    Ver Carrinho Realizar Pagamento