Carregando... Aguarde...
  • Imagem 1

O homem que corrompeu Hadleyburg

R$ 23,90
SKU: 9788561578503
Qtd
    Simule seu frete Calcular
    Compartilhe

    Hadleyburg é uma pequena cidade norte-americana conhecida pela honestidade de seus habitantes. Um forasteiro, sentindo-se ofendido em sua passagem por lá, põe em ação um plano de vingança que pretende desfazer a alcunha de integridade não apenas dos que lhe ofenderam, mas da cidade inteira. Escrito em quartos de hotel logo após a morte da filha, enquanto o autor cumpria uma agenda de leituras na Europa e também fugia de credores de seu país, O HOMEM QUE CORROMPEU HADLEYBURG desenvolve com excelência fundamentos que definem uma sátira: a ironia fina, o humor, o sarcasmo fazendo parecer leve uma crítica severa às certezas de uma época, de seus hábitos, de suas pessoas. E como a literatura mais magistral, esta novela subverte qualquer tentativa de conclusões fáceis: Hadleyburg é arruinada ou libertada? O misterioso forasteiro é um vilão ou um herói? É este um livro de vingança, ou de redenção? Fica claro, porém, que se está diante da complexidade do caráter humano vasculhado por um mestre no auge de sua forma.

    mark-twain.jpg

    Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!

    Escreva seu próprio comentário para o produto

    Mark Twain nasceu Samuel Langhorne Clemens, em 1835 na pequena cidade de Florida, no Estado de Missouri, nos Estados Unidos, e cresceu na cidade portuária de Hannibal, às margens do rio Mississipi. Sua educação formal se encerrou quando tinha 12 anos, logo após a morte do pai, quando começou a trabalhar primeiro como tipógrafo e, depois, como jornalista. Perseguindo um sonho de infância, com 24 anos tornou-se piloto de embarcações fluviais. Adotou o pseudônimo de Mark Twain – derivado de um termo náutico que descrevia condições seguras para navegação – para suas primeiras histórias de humor. Em 1861, com a eclosão da Guerra Civil, alistou-se no exército confederado, desertando, após um breve período, com milhares de outros soldados. Em 1865, seu conto “A Célebre Rã Saltadora do Condado de Calaveras” o faz conhecido, e com “Aventuras de Tom Sawyer” (1876) ganha fama mundial. “O príncipe e o mendigo” (1881) e “As Aventuras de Huckleberry Finn” (1885) o consolidariam no imaginário de gerações. A morte da filha e da esposa, ealém de dificuldades financeiras, se refletiram em seus últimos escritos, obras em que o escuro tomou o lugar do antes luminoso humor. Ele morreu em 1910, como escritor consagrado, em Redding, Connecticut.

    Assine nossa Newsletter

    Ver Carrinho Realizar Pagamento