Seu carrinho de compras está vazio!
A Cada 15
A CONSTRUÇÃO
A CONSTRUÇÃO

Há alguns meses, tenho uma moradora na biblioteca. Nós nos encontramos apenas em dois momentos, quando anoitece e estou concluindo a jornada e quando chego, um pouco antes do amanhecer, para começar o trabalho. Passo por ela em sua rotina de armar ou desarmar a tenda. No começo, não prestei atenção na novidade, mas sendo como sou, atarefado homem de letras, passei a estudar melhor os comportamentos dessa senhora gorda, de nádegas arredondadas, que invadiu meu lugar de servidão.Aos primeiros sinais do alvorecer, ela começa a desmanchar a rede diáfana que foi construída no início da noite. Recolhe pacientemente seus barbantes finíssimos, sobe por um deles e esconde-se na fresta da marquise da biblioteca, tornando-se quase imperceptível, mínima bola negra, protegida por transparente novelo esbranquiçado. Assim que escurece, volta para o mesmo lugar, que fica bem em frente a uma arandela e retoma seu trabalho. 

BAIXAR PDF

Grua Livros © 2017